A Midhaz é confiável?

Está pensando em adiquir uma loja da Midhaz e está pensando se ela é uma empresa confiável e se vale a pena o investimento? Veja o que descobrimos.

Ela é uma Startup que ganhou alguns prêmios pela sua proposta inovadora de Dropshipping, onde você vende o produto e eles cuidam de toda a logística de transporte e entrega. Por se tratar de uma empresa nova, muita gente tem dúvidas se ela é segura.

Sim. A Midhaz é uma empresa segura, elas realmente entregam uma loja virtual com toda a logística. Porém o Eletro críticas não recomenda, visto que a empresa ainda tem que percorrer um longo caminho para valer a pena investir em uma loja virtual com eles, visto que a margem de lucro dos produtos é muito baixa.

Agora leia mais e saiba a parte boa e ruim de realizar a compra de sua loja virtual junto à esta empresa.

As informações aqui se tratam de uma opinião pessoal e não necessariamente refletem na verdade. Além da experiência própria, utilizei as informações no próprio website da empresa, lojas virtuais que já funcionam e reclamações online feitas contra ela.

O que gostamos da Midhaz

É absolutamente brilhante o que a Midhaz faz, na prática ela entrega uma loja virtual e toda a logística de produtos e da entrega dos mesmos, ficando o seus clientes apenas na parte de divulgação da loja e da venda direta ao consumidor final.

É uma prática que já tem muita força nos Estados Unidos, e vem ganhando alguma força no Brasil há alguns anos, conhecida como Dropshipping.

Nesta modalidade de venda, a loja não possui o produto, apenas faz a venda. Em seguida ela compra diretamente de outra empresa que entrega ao cliente final, ficando livre para focar apenas na parte principal de marketing e de aquisição de clientes.

É uma mão na roda para quem quer começar um negócio virtual e não tem tanto dinheiro para investir.

Na compra de uma loja virtual (que eles constantemente oferecem a ouro por até R$500,00, sempre dizendo que é a última semana) o parceiro terá acesso á um catalogo enorme de produtos que pode colocar na sua loja virtual e realizar a venda para clientes finais.

Eles possuem 03 tipos de lojas:

  • A loja bronze, onde você pode inserir 150 produtos e ter 5.000 acessos por mês.
  • A loja prata, onde aumenta a quantidade de 300 produtos na sua loja virtual e até 10.000 acessos por mês, além da possibilidade de inserir sua logo e mudar as cores da loja.
  • A loja ouro (a única que realmente faz sentido comprar, as outras duas funciona apenas como forma de você escolher esta), onde você tem os benefícios da loja prata e pode ter seu domínio completo, além de poder inserir analytics do google e o pixel do Facebook.

lojas da empresa midhaz

Teoricamente seria um belo negocio, visto o preço baixo, a possibilidade de dividir em 12 vezes o valor da loja, além de acesso á um catalogo enorme de produtos que eles mesmo irão entregar.

Para fins de teste eu realizei a compra de um produto (não da loja virtual em sí) em uma das lojas da Midhaz em março de 2019. O Hub USB realmente chegou no tempo certo, apesar de ser de baixa qualidade (o que eu francamente já esperava, era um desses muitos baratos que você compra no Aliexpress), ele veio bem empacotado e sem nenhuma sinalização que eu não tivesse comprado na loja virtual que eu fiz o negócio.

Também testei enviar um e-mail para realizar a devolução (o que pode ser feito em até 7 dias do recebimento, segundo o código de defesa do consumidor), e fui atendido relativamente rápido com um código para eu poder enviar de volta.

Infelizmente para encontrar o local de abrir sua reclamação não foi tão simples, com certeza nem todo mundo vai conseguir realizar este procedimento, se o desejar.

Porém o produto chegou, estava bem empacotado e eles responderam o e-mail rapidamente para devolução.

Infelizmente, a falta de tecnologia nas lojas virtuais, além de um catalogo de produtos com preço tabelados (você não pode abaixar nem aumentar o valor dos mesmo), o lucro baixo da venda de cada produto, acabou me fazer não realizar a compra de uma loja virtual com a empresa.

O que não gostamos

Agora vamos a parte porque que não gostamos da Midhaz

Infelizmente ainda há um longo trajeto a ser percorrido pela empresa para realmente fazer o processo de venda delas ser perfeito.

A parte mais crucial de isso tudo é uma: A venda de produtos para o cliente final.

Para valer a pena o investimento em dinheiro e tempo para criar uma loja e vender produtos do catalogo da Midhaz para o cliente final, é preciso de um conjunto de funcionalidades e condições, dentre elas o preço do produto, a tecnologia da loja virtual, a entrega correta das mercadoria e a capacidade de se criar uma marca digital de confiança em que os cliente irão comprar, ao invés de irem na americanas ou na amazon por exemplo.

Uma parte que não curtimos da Midhaz é a loja virtual.

Ao invés da empresa realizar uma parceria e utilizar tecnologias já comprovadas no mercado, como o Woocomerce ou o Shopify (as maiores do segmentos de loja virtual), ela decidiu criar a sua própria loja em tecnologia própria. Uma escolha ousada que poderia muito bem funcionar e criar um novo mercado, infelizmente não é o que acontece aqui.

É muito melhor você fazer o seu investimento e aprender onde estão os fornecedores de qualidade por exemplo, que possuem lucros maiores de 100%, em uma loja totalmente customizável utilizando o Império Drop.

Voltando ao assunto, a loja virtual é lenta. Ao ponto de quem visita simplesmente clicar no botão de voltar, porque não vai esperar muito para olhar os produtos disponíveis.

É um tema básico de quem trabalha com loja virtual, você tem que ser rápido!

Para um exemplo, a lentidão de 1 segundo a mais (depois do ideal de 2 segundos) para carregar sua loja, há uma perca de 7% dos potenciais clientes. Hoje ninguém espera mais uma página lenta, apenas clica no botão de voltar saindo da loja.

Outro ponto que não gostamos foi o Design, outro ponto principal para quem quer criar uma empresa de venda online, já que você tem que convencer seu cliente que sua loja é melhor do que as que já estão a 10 anos no mercado e já são de confiança de todos.

A Midhaz deixa  a desejar na possibilidade de modificar sua loja virtual, ficando todas muito parecidas uma com a outra, e com pouca opções de customização.

Por fim, o terceiro e mais importante ponto que não gostamos: O preço!

Ela oferece uma imensidão de produtos (sério, muito mesmo!), o que é muito bom. Porém o preço é tabelado, você não pode vender mais caro ou mais barato, e a grande maioria fora da realidade do mercado, sendo bem mais caro que seus concorrentes.

Na grande maioria você tem lucro entre 10% à 25%, o que é MUITO POUCO. Se você vende um produto de 100 reais, colocar apenas 10 no bolso, não vale o tempo que você irá gastar.

Em tempos de internet, todos comparam seu produto em serviços como o buscapé ou similares para ter certeza que estão comprando no local mais barato possível, o que frenquentemente fará você perder a venda.

A impossibilidade de realizar promoções, já que o preço são tabelados, é uma verdade

Para deixar você a par, deixo os comentários de um vídeo sobre a Midhaz.comentário youtube

Apesar da ideia brilhante da Startup, por algum motivo eles pecaram na finalização.

E esta última parte é a que vai fazer o seus clientes, que compraram a loja virtual ganhar dinheiro!

Apesar de alguns problemas, acredito que a Midhaz funcionaria para pessoas que possuem já um público certo e fiel, em que não tem acesso a produtos para vender. Porém há lojas e plataformas de venda bem melhor.

E você? O que acha da Midhaz? Deixeu seu comentário no final do artigo.

 

20 Comments
  1. Pessoal, NÃO COMPREM da midhaz loja virtual dropshipping…É Furada. Não cumprem o que prometem na hora compra e não estornam de jeito nenhum valor pago….Os produtos são bem mais caros que o mercado geralmente 50% mais caro , os parceiros colocam produtos na plataforma e tiram rápido pois não vende nada ..vc gasta com anúncio com produto passa 3 dias não está mais na plataforma..A midhaz ganha dinheiro vendendo loja virtual dropshipping e passando na gente pra traz ..Deveria ser fechada essa empresa falsa

  2. EDU
    Ola! Esse tipo de negocio e seguro na area juridica? Se algum cliente comprar na minha loja, com o servidor da Midhaz, e nao receber o produto…e resolver abrir um processo por nao ter recebido o produto ou por qualquer outra razao…terei dor de cabeca? Quem vai responder o processo? O pessoal da Midhaz vai segurar a barra? Alguem comentou da sugestao de se criar um CNPJ e um site com um servidor proprio para possibilitar uma melhor navegabilidade no site. Nao seria essa solucao decretar minha responsabilidade por tudo e isentar a Midhaz de qualquer problema no processo de entrega?

  3. Gente, eu testei o sistema do império do drop que ele fala nesse artigo, muito bom, já estou a uma semana trabalhando com eles e já fiz algumas vendas (já tive mais lucro do que o valor que paguei com o curso). Muito bom! Obrigado pela indicação.

  4. Olá Paulo! Infelizmente tentei entrar em contato com o Livison, mas não obtive sucesso.
    Eu imagino o que você deve tá passando, é muito ruim investir em algo e não obter retorno.
    Por isso eu testei mais de 10 sistemas de vendas antes de indicar o do que eu recomendo no artigo!
    Qualquer coisa, estamos a disposição.
    Abraços.

  5. O problema nem é a confiabilidade da Midhaz, que ganhou até prêmios. Pra mim o maior problema é: – vale a pena? Na minha humilde opinião, não. Pesquisei bastante a respeito de como funciona a plataforma, e cheguei à conclusão que não vale a pena, e que eles vendem sonhos. A proposta é muito boa, se funcionasse, porém não funciona como os vendedores dizem. Pra começar, imagino que ninguém vai investir numa loja online, pra vender pros amigos. A não ser que a pessoa tenha redes sociais com milhões de seguidores e potenciais clientes. A interface com o mercado livre é até interessante, se funcionasse, e se você não tivesse que pagar o produto antes de receber do cliente, pois o que eles dizem de não ter estoque, cai por terra, pois não investe no estoque mas tem que ter capital de giro pra pagar à vista e receber em 30 dias ou mais. Vi relatos de pessoas que adquiriram a loja e ficaram 4 meses sem vender um único produto. Isso é verdade, pois já tive loja virtual, fiz diversos anúncios pagos no Google e Facebook, um monte de gente curtindo, perguntando, enchendo o saco e nada de venda. Outra coisa, eles insistem que tem 8.000 produtos na plataforma, mas quando vemos por segmento, cada segmento não tem 200 produtos. Afinal você não vai ter uma loja que vende tudo. No meu caso escolhi 3 segmentos, dava uns 180 produtos, de marcas desconhecidas e caros. Ou seja, não dá pra competir com grandes e conhecidas lojas. Ainda estou esperando o relato de alguém que adquiriu a loja e deu certo. Apenas minha opinião, não vale a pena. Furada. Vi varias pessoas desistirem do negócio e perderem o investimento.

  6. Bom! Eu tenho a minha opinião formada. A Empresa é uma excelente opção para quem vai começar sem estoque, mas não vale a pena esperar em termos de expansão do negocio. Se for pra você que tem muitos amigos que são consumidores e compram tudo o que lhe oferece, vai em frente. Já é um bom começo para quem pretende fazer uma graninha extra e aprender como funciona vender online. Eu, recebi contato dá midhaz depois de ter entrado em contato para mais informações sobre como funciona a plataforma deles. Mas o que já fiquei com pé atrás foi a insistência dos vendedores para vender um produto, coisa que já não caio mais nessa. Se é pra você ganhar dinheiro com vendas online, saiba que você terá de correr atrás de fornecedores e fazer acordos, negócios com eles para realizar seu sonho da loja virtual de sucesso, Principalmente se você não tem dinheiro para estocar produtos. Uma das coisas que limitam você de ganhar dinheiro são: Layout da plataforma que não poderá ser mudado, Page views limitado e principal, o preço dos produtos que são tabelados, como nosso amigo ELETRO CRITICAS DISSE. Isso, nenhum vendedor me alertou, apenas entraram em contato querendo me convencer que o produto deles é top e vai te levar as alturas. Você abrir um CNPJ, criar todo um modelito inicial com grande trabalho e investir quase R$ 500,00 para comprar uma loja que está mais parecido com MAGAZINE VOCÊ da Luiza, já sabe né. Imagina o cara com a mesma situação que a minha que só tem R$ 2.000,00 para começar um negocio e ainda, investir numa plataforma que não lhe convém seus objetivos de conseguir algo pra vida inteira. Isso é muito ruim, passa o sentimento de enganação. Ainda bem, que não fiz negócios com a plataforma, pois com a experiência pouca que já tenho sobre e-commerce, não induziu-me a cometer este erro. O pessoal não está interessado na necessidade do futuro empreendedor, apenas querem vender seu produto.

    Pessoal, essa é minha opinião, mas não estou reclamando do modelo de negócios da empresa, apenas dizendo que o futuro empreendedor precisa saber aonde quer chegar, não apenas ter um negocio para uma renda extra. Num País na situação como o nosso Brasil, precisamos ter uma certeza de aonde queremos ir, para não nos enganarmos com promessas que não se encaixam em nossos objetivos. Muitos querem apenas conseguir algo para si próprios, não em ajudar e unir-se ao outro para fazerem a verdadeira nação Brasileira.

    Valeu, ELETRO CRITICAS pela informação que nos passa.

    • Agradeço o texto e os elogios amigos. Ví que você está no caminho certo para criar um projeto duradouro e rentável.

      Forte abraço.

  7. Reply
    Maria Fatima da Fonseca Lopes julho 17, 2019 at 4:13 pm

    Também gostaria de saber a experiência do Livison (o único por enquanto que deu certo), pois até agora só vi pessoas dizendo que não venderam nada, que tem muitos problemas, que as lojas são lentas, que a integração com o mercado livre não funciona, ou seja, só pontos negativos.
    Fico no aguardo de uma experiência positiva.

  8. Esses comentários elogiando a Midhaz são da própria Midhaz, certeza. Olhem pelo padrão de datas e do vocabulário.
    Há uma thread em no techtudo em que falam mal deles, e surgiram dois comentários usando a mesma expressão “boa renda”.
    E como o “Flávio” ali de cima saberia sobre o “projeto de desenvolvimento” se não estivesse lá dentro?

  9. Esse tipo de Plataforma,possui eficácia duvidosa e o sucesso,coisa difícil de alcançar.
    Melhor arrumar um bom fornecedor e realizar vendas diretas,seja pessoalmente ou de maneira virtual.
    Se aceitarem sugestão,deixo um bom Fornecedor em São Paulo,para aqueles que desejam iniciarem-se como revendedores ou empreendedores.

    (ENDEREÇO REMOVIDO – Para propagandas por favor enviar proposta para [email protected])

    Boa sorte à todos.

  10. É um péssimo negócio. Não recomendo. Entrei nessa fria e só perdi grana!!!!

    • Reply
      Edilson Cardoso de Souza julho 29, 2019 at 6:21 pm

      Olá pessoal eu estou vendo todos comentários vir qe essa empresa não funciona de maneira correta. Eu já estava prestes a adiqueri uma loja virtual ainda bem que vir todos os comentários negativos .. agora vou procura outra empresa seria qe me possa me ajudar seriamente obrigado

      • Boa Noite Edilson!

        O primeiro passo é decidir se você quer ter produtos na sua loja, ou fazer dropshipping.

        No primeiro caso, você terá que adquirir os produtos e ter logística de entrega para lidar com as compras que são feitas no seu site. A vantagem deste modo é que você tem total controle sobre as entregas, qualidade dos produtos e valor de compra e venda. A desvantagem óbvia é que é necessário um investimento muito alto, e um risco maior ainda, visto que pode acabar acontecendo de você comprar os produtos e não os conseguir vender, o que vai te gerar mais um prejuízo.

        A outra forma é com Dropshipping (quando você só vende o produto e outra pessoa é responsável pelo envio do produto). A desvantagem deste modo é que você não tem controle sobre a entrega, então vai ter que pesquisar para encontrar alguém de confiança, que entregue os produtos no tempo certo e consiga te vender á um valor competitivo (o que pode ser muito difícil se você não conhece o mercado). A vantagem é que você só terá que se preocupar com achar o seu cliente e realizar ações de marketing para conseguir fazer as vendas.

        Nesta segunda forma, você tem um investimento e risco bem menor, com um potencial de lucro tão grande quanto a primeira! Porém muita gente esbarra no problema de não encontrar fornecedores de confiança, que repassem os produtos em um valor justo.

        Minha opinião: Se você já tem um capital para investimento alto e o conhecimento sólido de como funciona Ecommerce (lojas virtuais), invista em estoque próprio. Se você está começando no mercado agora, e quer aprender como pode gerar uma renda extra sem muitos riscos, vá pro segundo (dropshipping)

        Decidindo pelo Dropshipping, dá uma olhada neste vídeo: http://bit.ly/imperio-dropp

        Pelo valor baixo, é a melhor ferramenta para você começar, aprender mais sobre Drop, ganhar experiência na área e ainda por cima aumentar a renda.

        Qualquer dúvida, só falar! Abraços.

    • Olá Luiz, tudo bom?

      Poderia dá mais informações para quem está interessado em adquirir uma loja virtual?
      O que aconteceu que você não gostou?

      Abraços.

  11. Comprei uma loja e me arrependi profundamente!! Só me deu problema!!

  12. Uma critica embasada na falta de informação! Tanto do cresciemento dos atuais lojistas com a estrutura que vocês detestaram, quanto o projeto de desenvolvimento que será lançado.

    • Olá Flávio, tudo bom? Você comprou uma loja para ter essa certeza? Poderia comentar mais sobre o assunto?

      Aos pontos que você falou:

      1. Falta de informação: Fizemos a devida pesquisa. Além do contato direto com a empresa, conversamos com mais de 10 clientes, analisamos também as lojas virtuais, os comentários na internet (os que não foram apagados do canal da Midhaz). Não há falta de informação.

      2. Crescimento dos lojistas: Gostaria de ver uma loja que deu certo. Infelizmente não encontrei nenhuma ainda que tenha rendimento. Visto que até mês de Maio, as lojas da empresa se quer apareciam no Google.

      3. Que será lançado: Você bateu no ponto. “Que será lançado..”. O que significa que não foi. Ninguém compra algo esperando que vá melhorar, ou funciona ou não funciona! Por enquanto, ainda não funciona.

      De qualquer forma, é apenas a opinião deste blog, e não reflete necessariamente na verdade. Se você quiser trazer mais informação para discussão, gostaria bastante de aprender mais sobre o assunto! E se estiver errado, somos o primeiro a corrigir o blog.

  13. E Midhaz tem dado super certo pra mim, sou lojista ha 7 meses e tenho conseguido uma boa renda extra!!

    • Olá Livison, tudo bom?

      Te enviei um e-mail! Quero saber mais sobre como deu certo para você, visto que a maioria das pessoas que conversei falaram que não tiveram sucesso.
      Se poder compartilhar sua opinião, agradecemos.

Deixe um comentário